botao manager

GUIA DA SÉRIE D

Demorou, mas chegou. O Guia da Série D está pronto e quem ainda não conhece os adversário pode dar uma olhada. Quem já conhece, comente aqui e ajude a equipe de jornalismo. (rs)

A divisão que mais revela novos players para o Craque Digital, inicia mais uma temporada alucinante. Quem será a nova revelação? Segue a lista dos candidatos.

 

Última temporada: 3º colocado

Objetivo: Candidato ao título

Técnico: Matheus Caratiero

Destaque: Iago Aspas

Atacante experiente e com passagens em grandes times, Aspas hoje é um dos destaques do Celta de Vigo (vida real) e O Cara do Aston Villa. Ágil, rápido e preciso. Em frente ao gol não há quem o pare. É aguardar para ver se manterá o nível que o fez chegar onde está hoje.

Fique de olho: Adriano

Maduro e esquecido, Adriano busca redenção e espera conseguir reproduzir o futebol que o levou ao Barcelona na última década. Agora disputando a Série D com o Aston Villa, o lateral brasileiro busca mostrar que ainda tem lenha para queimar e ajudar o time a atingir os objetivos da temporada.

Time base: Karzenis, Adriano, Tonelli, Mexer, H. Mallo, Maurício, Gueye, S. Agra, Bakumbu, I. Aspas e Rúben Castro.

Tendo feito uma ótima campanha no segundo turno, o Aston Villa conseguiu a terceira colocação na última edição da Série D e espera conquistar mais coisas na atual temporada. Um dos candidatos ao título, o time reforçou o setor ofensivo e manteve as principais peças da temporada passada. Assim, espera-se que o técnico Matheus venha ainda mais forte para o primeiro turno da temporada 6. Esperem e verão.

 

Última temporada: Campeão da Série E

Objetivo: Candidato ao título

Técnico: Jotinha Jota

Destaque: Ádrian Ramos

O brucutu é o craque e homem gol do Besiktas e foi artilheiro da competição na campanha vitoriosa da temporada passada na Série E. Alto e forte, o centroavante se tornou, sob o comando do técnico brasileiro, o camisa 9 clássico. É de se esperar que repita sua performance numa Série D não tão difícil.

Fique de olho: Luis Muriel

O atacante colombiano dispensa apresentações. Qualquer um que tenha jogado Ultimate Team nos últimos anos, sabe que Muriel já foi O cara de muitos times. Agora, jogando com o técnico Jota e ao lado de seu conterrâneo Ádrian Ramos, o Muriel começa a jogar aberto, mas sempre se aproximando do companheiro. Fiquem de olho nessa dupla colombiana.

Time base: Eneyama, Van Damme, Wes Morgan, Aleix Vidal, Fuchs, Kranevitter, Inler, Muriel, Oxlade-Chamberlain, K. Honda e A. Ramos.

O técnico Jota, ainda pouco conhecido dentro do Craque Digital, conseguiu o títutlo da Série E em sua primeira temporada. Mesmo tendo em mãos um dos elencos mais fracos da divisão, o técnico brasileiro tirou leite de pedra e conquistou o título com moral e reconhecimento por parte dos adversários. Agora, com a chegada de reforços, o treinador inicia um novo desafio. Será ele capaz de superar as limitações do próprio elenco para conquistar mais um título? Façam suas apostas!

 

coadjuvante

Última temporada: 9º colocado da C (Rebaixado)

Objetivo: Permanência

Técnico: Marcos Simões

Destaque: Jovetic

O atacante montenegrino com passagens por Inter de Milão e Manchester City, está na Fiorentina a pouco mais de duas temporadas. Muito técnico, o craque é o homem de confiança no time de Marcos. Além de finalizar e fazer gols, o atacante ainda auxilia na criação de jogadas e na recomposição quando o time perde a bola. Apesar do insucesso em sua passagem pela Inglaterra, o atacante ainda tem muita lenha pra queimar e é nisso que o treinador fluminense aposta.

Fique de olho: Miguel Borja

Sensação da Libertadores de 2016, Miguel Borja veio para a Fiorentina buscando um lugar entre os melhores do mundo. Ainda sem ser titular absoluto da equipe, o atacante colombiano promete dar tudo de si para conquistar seu lugar na equipe. Sua velocidade explosiva e seu poder de finalização são muito conhecidos, falta somente ele transformar isso em gols para a equipe do técnico Marcos para garantir seu espaço.

Time base: S. Sirigu, Bernardeschi, G. Rodriguez, Astori, C. Ansaldi, G. Töre, Donsah, Ekici, M. Fernandez, Jovetic e Ben Yedder.

Recentemente o técnico Marcos tem sofrido com as constantes brigar contra o rebaixamento, infelizmente, a temporada passada falhou mais do que podia e acabou rebaixada. Apesar da manutenção no time, o treinador começa a temporada 6 sob muita desconfiança e deve brigar para mostrar que consegue honra a camisa do clube. Apesar de a realidade do time ser a permanência da Série C, o técnico Marcos sonha com um possível acesso. Mudar é preciso, veremos se o técnico consegue aplicar essa mudança.

 

Última temporada: 7º colocado

Objetivo: Classificação competições europeias

Técnico: Lucas Ramos

Destaque: Thomas Lemar

Destaque do Mônaco na vida real, Thomas Lemar vem se destacando também pelo Leicester no Craque Digital. Tendo Up atrás de Up nas últimas atualizações do FIFA, o francês é a maça dos olhos do técnico Lucas Ramos. Decisivo. Essa é a palavra que melhor descreve Lemar. Corre? Corre. Passa? Passa. Chuta? Chuta! Peça e ele fará. O francês define jogos e tem feito isso pelo Leicester.

Fique de olho: Andreas Christensen

Zagueiro jovem e promissor, Christensen ficou muito tempo encostado no Bayern de Munique, onde tinha pouco espaço. Escolheu o tempo de jogo, às taças e títulos. Fez bem. Hoje pode mostrar seu verdadeiro potencial e evoluir como futebolista. Seu ponto forte é o desarme, com 86 de dívida em pé. Apesar de ser alto, tem certa mobilidade e se posiciona muito bem. Um ótimo reforço para o Leicester. No final das contas Christensen fará bem ao Leicester e o Leicester fará bem a Christensen.

Time base: Rui Partício, Fabinho, Christensen, Granqvist, Rojo, Escalante, Bakayoko, J. dos Santos, M. Asensio, T. Lemar e Kalinic.

Responsável pela melhor campanha do Leicester no Craque Digital, o técnico Lucas deixou o time logo após o acesso à Série D. Hoje volta ao clube para ajudar a colocar o time de volta no caminho da vitória. Seu futebol não é bem visto por muitos técnicos de clubes rivais, mas até hoje se provou efetivo. Se conseguir manter esse nível, conseguirá levar o time mais uma vez ao acesso e, quem sabe, ao título.

 

coadjuvante

Última temporada: 8º colocado

Objetivo: Permanência

Técnico: Felipe Piu

Destaque: João Moutinho

O meia português chegou a pedido do técnico Amadeu, que recentemente traiu a Sampdoria e assinou com o Fenerbahçe da primeira divisão. Mesmo com a saída do técnico traidor, o meia continua sendo o nome da equipe. Com qualidade técnica, experiência e liderança, Moutinho chegou e já assumiu papel de protagonista. Domina o meio campo como poucos e será muito útil ao técnico Piu em sua nova jornada.

Fique de olho: Julian Brandt

Jovem e ambicioso, o meio-campista alemão foi muito assediado na última janela de transferências do Craque Digital, mas decidiu ficar ajudar a Sampdoria a atingir seus objetivos. A qualidade técnico de Brandt é inegável. Habilidoso e decisivo. É o nome que pode ajudar João Moutinho na armação e Germain na conclusão. E com esses mesmos pode aprender. Afinal, o que não falta na Sampdoria é experiência. Fiquem de olho, senhores. O nome da fera é Julian Brandt.

Time base: Ederson, Sidibé, De Vrij, Maksimovic, Mário Rui, Coquelin, J. Moutinho, J. Brandt, O. Shatov, P. Zielinski e V. Germain.

Após a saída do técnico Amadeu e a chegada do técnico Piu, os ares no ambiente do clube italiano melhoraram. A expectativa para o trabalho do treinador é grande. Dono de uma metodologia ofensiva e muito agressiva, o técnico Piu espera conseguir ter continuidade e tempo para trabalhar dentro do clube. A missão é a permanência, mas sempre se pode sonhar um pouco mais alto.

 

Última temporada: 6º colocado

Objetivo: Classificação competições europeias

Técnico: Diego Oliveria (vulgo Dih Gamer)

Destaque: Islam Slimani

O destaque da seleção argelina na Copa de 2014, o centroavante continua se destacando nas principais ligas da Europa. Atualmente comanda o ataque do Schalke 04, sob o comando do técnico Diego. Há quem duvide de sua qualidade pela falta de velocidade, mas quem aprecia um verdadeiro homem de área, sabe que Slimani é um dos melhores em atividade.

Fique de olho: Maximillian Meyer

O próximo Ozil. O novo Gotze. Chamem do que quiserem. Max Meyer é o novo sucesso alemão e vem forte no time alemão. Titular na seleção olímpica alemã nas Olimpíadas do Rio em 2016, o meia se destacou não só pela medalha de prata, mas por suas atuações surpreendentes pelo clube que o revelou. Além de habilidade técnica, o alemão tem que o todo meia precisa ter, visão. Consegue enxergar espaços onde jogadores comuns não veriam. Isso o diferencia da maioria. Agora é esperar pra ver se ele vai brilhar pelo Schalke ou se vai esperar e procurar outro clube na próxima janela.

Time base: R. Fahrmann, Karsdorp, K. Zouma, Nastasic, J. Bernat, Rode, Ziyech, Bonaventura, Meyer, Alexandre Pato (Ahmed Musa) e Slimani.

Dih Gamer, como é conhecido pelo seu canal de FIFA no YouTube, Diego Oliveira é daqueles players que dão trabalho, mas ainda não conseguiram se provar. Com um elenco forte para a temporada, o treinador youtuber espera conseguir mais que somente o sexto lugar, como foi na temporada passada. As contratações pareceram mudar a cara do time o que pode ser um ponto positivo e até mesmo decisivo para o time de Gelsenkirchen. O gol sempre esteve muito seguro com Fahrmann. Veremos se o ataque corresponde para as vitórias saírem do “papel”.

 

Última temporada: 5º colocado

Objetivo: Classificação competições europeias

Técnico: Teteu

Destaque: Thiago Alcantara

Fruto das categorias de base do Barcelona, o meia chegou ao Sevilla na janela atual e promete esbanjar toda sua qualidade nos confrontos da Série D. Junto com Isco, Thiago deve contagiar e conquistar o protagonismo entre os meias que disputam a divisão. A qualidade técnica e a visão de jogo são as principais características do meio-campista. Vamos ver quantos gols os atacantes farão, tendo esse craque lhes dando as assistências.

Fique de olho: Niklas Süle

O zagueirão que já fechou contrato para jogar no Bayern de Munique na próxima temporada (vida real), é uma promessa, mas que já agrada os técnicos que o assistem e sues companheiros de equipe. Titular nas Olimpíadas do Rio de Janeiro (2016), o alemãozão, é muito técnico apesar da altura “excessiva”. Muito semelhante a Mertesacker, Süle se destaca por não ser tão lento quanto o compatriota, mas ainda assim mostrar muita qualidade nos desarmes e nas interceptações. Tentem evitá-lo, porque imagina o impacto de dividir com esse “homão”.

Time base: K. Trapp, K. Walker, H. Badstuber, N. Süle, J. Mathieu, E. Can, M. Kovacic, Isco, Thiago Alcantara, Sterling e W. Bony.

Apesar do elenco estrelado, o técnico Teteu falho continuamente na busca de seus objetivos. Desde que assumiu o clube, o técnico vem tentando o acesso para divisões superiores, mas o futebol apresentado pelo time não o permite atingir tais objetivos. Agora com as novas contratações e com adversários não tão fortes, esperasse que o Sevilla consiga mais do que a mera 5ª colocação. Será essa mais uma temporada frustrante para os torcedores do Sevilla?

 

selo-z4

Última temporada: 10º colocado (Série C)

Objetivo: Fugir do rebaixamento

Técnico: Everton

Destaque: Virgil Van Dijk

Muitos apoiam o sucesso de seus times em atacantes e meias, mas no Sporting, Van Dijk é o homem de destaque. Forte, alto e excelente quando se fala em desarme, o holandês é dono da zaga e do time. Apesar de ainda ser jovem, Virgil já tem respeito dos colegas de time e dos membros da comissão técnica. Ele pode ser xerifão, mas também pode ser zagueiro artilheiro. A altura e impulsão fazem do zagueirão uma verdadeira arma nas cobranças de bola parada. O desafio quando o assunto é Van Dijk é tem que passá-lo e tente para-lo.

Fique de olho: Rodrigo Moreno

Já não tão jovem, o atacante espanhol que brilhou pelo Everton na temporada passada, é hoje a maior aposta de gols para o time do Sporting. Com um elenco não tão recheado, quando se fala em opções ofensivas, Rodrigo tem espaço para ser, mais uma vez, o cara. Muito bom para esse papel, o espanhol tem a mobilidade de um ponta somado a precisão de um centroavante. Talvez sua única fraqueza seja a falta de força física. Quando divide com zagueiros como o companheiro Van Dijk, tende a sair em desvantagem. A movimentação e as arrancadas sãos as principais armas do espanhol para furar as defesas e colocar a bola na rede.

Time base: Alisson, Zappacosta, Suchy, Van Dijk, Jefferson, Manu Trigueiros, Fernando, Carlos Sanchez, Cornet, Rodrigo e Meier.

Apesar de o fraco desempenho como técnico do Leicester na temporada passado, Everton agarrou a oportunidade de treinar o Sporting e promete dar seu máximo para atingir os objetivos do clube na temporada. Dono de uma defesa muito forte, o técnico brasileiro deve apostar nisso para ganhar jogo. Ele é adepto da corrente que acredita que o primeiro passo para ganhar é não perder. Assim, monta seu esquema defensivo de forma ímpar e aposta na precisão e velocidade de sua linha de frente. Vejamos se esse estilo de jogo vai fazer com que a má temporada com o Leicester fique no passado e o futuro com o Sporting seja promissor.

 

selo-z4

Última temporada: 4º colocado

Objetivo: Fugir do rebaixamento

Técnico: Felipe da Luz

Destaque: Nani

O veterano português, após um período de isolamento dos holofotes na Turquia, chegou a Espanha na esperança de reconquistar o protagonismo e seu espaço nas manchetes dos jornais de Valencia. Sua habilidade técnico e seu drible dispensam apresentações, mas Nani agora busca assumir um posto não só de craque, mas também de líder. É isso que Nani espera de si mesmo e também o que o Valencia espera de Nani.

Fique de olho: Luciano Vietto

O argentino virou xodó do técnico da Luz logo que chegou ao Valencia. Muito técnico e ainda jovem, o centroavante conta com um poder de definição ímpar. Em frente ao gol não há quem o pare. A qualidade com a bola no pé também não é problema para o argentino, que sofre somente com certa falta de condicionamento físico. Sendo esta a razão pela qual foi vendido pelo Atlético de Madrid. Muito técnico, mas pouco físico. Espera-se que com a tutela de Nani, o argentino venha a desenvolver ainda mais seu jogo e focar na evolução física para, então, se juntar aos grandes atacantes do mundo.

Time base: Diego Alves, Sergi Roberto, Bartra, Sakho, Schmelzer, Thiago Motta, Parejo, Pastore, Keita, Nani e Vietto.

Com um histórico recente muito duvidoso, o técnico Felipe da Luz ainda sofre para se adaptar ao estilo de jogo intenso dos campeonatos do Craque Digital. As péssimas campanhas com Sporting e Zenit, ainda deixam o torcedor do Valencia com um pé atrás. Caberá ao técnico brasileiro mostrar que é mais do que vem demonstrando. Se isso é possível, só descobriremos ao longo da temporada.

 

Última temporada: 2ª Colocado (Série E)

Objetivo: Classificação competições europeias

Técnico: Leandro

Destaque: Gylfi Siggurdson

Quem diria?! O islandês chegou por empréstimo sem muita moral, mas tem demonstrado uma qualidade extraordinária. Conquistou seu lugar no time titular e hoje promete ser o melhor jogador do Zenit na Temporada 6. Todos sabem que o ponto forte do meia é o passe, porque o chute de fora da área e as cobranças de falta são seus pontos fortíssimos. Junto com meio-campistas muito técnicos e criativos como Erik Lamela e Jordan Henderson, Siggurdson já faz o técnico Leandro sonhar com um título para essa temporada.

Fique de olho: Niang

Jovem e ousado. Essas são duas características que estão estampadas na cara do jogador. Alto, rápido e bom finalizador, o atacante pode jogar de ponta ou de centroavante. No mínimo, versátil, Niang pode ser o pé de coelho do Zenit para essa temporada. Com certeza fará impacto ao entrar nas partidas, mesmo sem ser titular, pois esse é seu estilo de jogo. Veremos quanto tempo de jogo ele terá para poder ajudar o Zenit na conquista de títulos nessa temporada.

Vice-campeão da Série E na temporada passada, o técnico Leandro já provou que é mais que só um rostinho bonito. (rs) Muito incisivo e profissional, o técnico soube buscar reforços para seu time na janela e agora está pronto para um desafio maior. Agora competindo entre os melhores, vale a pena esperar para ver o desempenho do time russo. Competindo em competições europeias e em uma divisão substancialmente mais difícil do que a anterior, o técnico Leandro tem como principal ambição para essa temporada sua afirmação como técnico de alto escalão.

Comments (1)

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.